Animais esfolados: motivo, há algum?

Se me disserem que há realmente motivo para fazer uma coisa destas, que há mesmo uma necessidade imperativa, basilar de ter um tapete que é uma raposa esfolada, eu não volto a tocar no assunto.

Mas o mais provável é que o vá voltar a fazer, pois não há nenhuma justificação (disse justificação, não disse desculpa) para fazer uma coisa dessas, uma figura dessas. Novamente por parte espécie que se vangloria de ser a mais inteligente.

O hábito da tortura

Desde quem caçou, quem esfolou – muitas vezes animais vivos -, quem pediu, quem comprou, quem passeia pela loja, quem revendeu e até quem volta a comprar, no meio de uma multidão assim, não houve uma única pessoa que se opusesse a esse sofrimento atroz e desnecessário. Sobretudo para ter… um tapete?

3 min: para saberem realmente o que se passa, como se passa, como são esfolados vivos.

Mais sobre os argumentos e os nossos hábitos: os argumentos do iceberg – do veganismo

Açores e raposas

É curioso também que essa raposa esfolada com cara e tudo – para que vejamos bem a expressão dela quando morreu -, é vendida numa loja de recordações tradicionais açorianas. Sim, por que de raposas estão as ilhas cheias. Se a tradição é usualmente desculpa, qual é o argumento agora?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *